fbpx

Diretoria de comunicação se reúne para planejamento de ações da Procuradoria da Mulher

Diretoria de comunicação se reúne para planejamento de ações da Procuradoria da Mulher

Na manhã desta sexta-feira, 13, a diretoria de Comunicação da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) se reuniu, de maneira on-line, com a vereadora Emília Corrêa (Patriota) para apresentar o planejamento de ferramentas de acesso à Procuradoria da Mulher. No encontro foi apresentado a possibilidade de adição de uma janela no portal da Casa destinado à Procuradoria da Mulher e da logomarca da Procuradoria da Mulher.

Participaram da reunião a diretora de Comunicação, Eliz Moura, a coordenadora do Núcleo Digital, Martha Mendonça, a diretora de Arte, Vanessa Passos e o assessor da Ouvidoria, Acesso à Informação e Transparência, Márcio Souza.

De início, a diretora de Arte, Vanessa Passos, explicou a criação da logomarca e os direcionamentos adotados. “Eu fiz a logomarca em várias cores para que a vereadora possa optar. Também usamos uma fonte e linhas que pudessem transmitir uma marca limpa”, afirmou.

A adição de uma janela de acesso à Procuradoria da Mulher irá possibilitar à vítima ou ao denunciante o acesso fácil às ferramentas oferecidas pelo órgão. Ao clicar, será possível encontrar as ações desenvolvidas pela Procuradoria e uma ferramenta de comunicação.

Sobre o assunto, a presidente da Procuradoria da Mulher, Emília Corrêa, explicou que o mais viável é que a comunicação seja feita de maneira fácil. “O que eu penso é que quanto mais fácil e claro, melhor. Pensar também em um canal de diálogo que a pessoa consiga logo expressar o que está acontecendo com ela ou com a vizinha, com a amiga”.

O assessor da Ouvidoria, Acesso à Informação e Transparência, Márcio Souza, afirmou que a ideia é criar um modelo de acesso à Procuradoria da Mulher fácil com todas as possibilidades possíveis. “A ideia é que ao clicar a mulher possa ter acesso a missão e objetivos da procuradoria. Outra coisa que pensei é ter um canal de acesso que a pessoa ao clicar já seja direcionado a um canal de comunicação”.

Ascom/ CMA

📸 Ascom/CMA

Compartilhar este post