fbpx

“Obras estruturantes são bem-vindas, mas saneamento básico, é dignidade”, afirma Emília

“Obras estruturantes são bem-vindas, mas saneamento básico, é dignidade”, afirma Emília

Realizando fiscalizações semanalmente, em diversos bairros da capital, a vereadora Emília Corrêa (Patriota), tem visto e, ouvido, os principais anseios dos aracajuanos (as). Uma das visitas mais recentes, feita ao bairro Aloque, foi o assunto abordado em discurso no Legislativo Municipal.

“Se diz cidade Humana e Inteligente, mas não cuida do básico. É cuidando do básico, que isso seria consequência. Essas obras de encher os olhos, estruturantes como eles falam, não vai interferir diretamente na vida daqueles moradores do Aloque, por exemplo, que estão sem saneamento básico. Isso não sou eu quem digo, é a própria população, fui apenas constatar ”, criticou Emília.

Através de imagens e relatos de moradores da comunidade, a vereadora mostrou uma das queixas, com relação ao Posto de Saúde Irmã Caridade.
“O posto só tem um Clinico Geral, que atende uma vez por semana e pronto. Está praticamente abandonado. Se os moradores precisarem de qualquer outro atendimento, devem se deslocar. Além do transtorno, precisam de recursos. O prédio do posto é bem espaçoso, poderia perfeitamente ter outras opções de atendimentos, ou, no mínimo, ser melhor utilizado de maneira educativa, com oferta de cursos para as mulheres, mães, idosos ou até para os adolescentes que se tornam pais cedo. Isso é básico. É dignidade. Mas o que tem tido prioridade mesmo são as obras intermináveis e seus aditivos”, declarou.

 

 

 

Ascom

📸 Gilton Rosas

Compartilhar este post