fbpx

Emília Corrêa: Base governista na CMA está ‘rachada’

Emília Corrêa: Base governista na CMA está ‘rachada’

A afirmação dita pela líder da oposição no Parlamento Municipal, Emília Corrêa (Patriota) durante entrevista à uma rádio local, foi com base nas manobras feitas durante a votação, e, aprovação, na semana passada, da Emenda Substitutiva, n.1, de sua autoria, direcionada ao PL do Executivo nº 197/2021. A emenda preservava os valores destinados à saúde, ao ensino/educação e à assistência social. Já o projeto, tratava da autorização de US$ 84 milhões em empréstimos.

“Mesmo com muita pressão, muitas coisas incomuns durante o processo de votação, como interrupções, mudanças de votos, discussões aleatórias e com o apoio de alguns vereadores da bancada que tiveram coragem de votar favorável,
essa emenda passou, o que me deixou muito feliz e esperançosa com a postura e coragem dos colegas que votaram. Mas o que a gente nota, é que a base do prefeito está rachada. Pelo menos é o que transparece e reforçou ainda mais depois dessa votação”, declarou.

Emília explicou a gravidade da situação ao ter conhecimento, que o Executivo já encaminhou à Câmara, um outro projeto com objetivo de alterar a inclusão da emenda feita e aprovada em maioria. “O projeto anterior já havia sido, inclusive, com a emenda – sancionado e publicado no Diário Oficial- mas, recebemos um outro projeto que altera justamente o Art. 2º que trata-se da emenda para ser votado esta semana. Ou seja, vamos votar novamente um outro projeto, porém alterado, retirando a emenda que previa preservar os recursos para essas demandas. Isso é muito sério”, pontuou.

A vereadora também salientou que é importante os aracajuanos(as) estarem atentos de como as coisas funcionam na CMA para exigirem dos seus representantes. “Por exemplo, votei a favor do projeto do prefeito (com a emenda inclusa). É bom explicar, porque as pessoas não sabem como funciona e pensa que votamos contra as obras. Nunca votarei contra ao povo. Agora com essa alteração, fica complicado votar. Vamos ficar atentos. Tomem conhecimento dessas articulações”, afirmou.

 

Ascom

📸César de Oliveira

Compartilhar este post