fbpx

Emília Corrêa: Momento ainda não é apropriado para “evento-teste”

Emília Corrêa: Momento ainda não é apropriado para “evento-teste”

 

Embora o anúncio tenha sido feito pelo prefeito de outra capital, mais especificamente, do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), a vereadora Emília Corrêa (Patriota) usou o assunto como pauta do seu discurso no Legislativo Municipal por se preocupar e, ter receio, que com o avanço da vacinação em todo país, o mau exemplo de realização de ‘evento-teste’ com aglomeração aconteça em outras cidades.

“Um carnaval? O Brasil ainda não está com capacidade para fazer nenhum ‘evento-teste’ com aglomeração. Sei que lá já estão bem mais à frente que a gente com relação a vacinação, mas, de uma forma geral, não podemos afrouxar as medidas de restrições e regredir. Setembro é bem alí”, pontuou Emília.

Segundo a líder da oposição na Câmara, existem inúmeras prioridades, isso, a nível nacional, para serem colocadas em ordens, ao invés dos gestores estarem pensando em ‘eventos-testes’. “Mesmo que digam que terá todo cuidado com testes e pessoas vacinadas, o momento não permite. Não é conveniente. Ainda não estamos nesse patamar, infelizmente. Escolas, comércio, por exemplo, são duas fatores que devem ser priorizados. Ainda há muita coisa a ser feita para dar segurança para população”, declarou.

Emília ainda destacou o perigo de ocorrer mutações do vírus. “Mesmo com a população daquela cidade toda vacinada, como está previsto, nada impede que exista a mutação do vírus, o que só agravará a situação. Acho tudo isso muito precoce. Cautela é a palavra vez. Temos que ter paciência”, afirmou.

Ascom

📸César de Oliveira

Compartilhar este post