fbpx

‘Feirantes pagam caro para serem humilhados’, diz Emília

‘Feirantes pagam caro para serem humilhados’, diz Emília

 

Um ano após a primeira fiscalização na feira livre do bairro Santo Antônio, a vereadora Emília Corrêa (Patriota), que esteve, novamente, no último final de semana no local, para constatar as mudanças, se deparou, na verdade, com problemas ainda mais graves. O assunto foi repercutido durante Sessão Plenária do Legislativo Municipal.

Através de imagens e relatos dos próprios feirantes, a vereadora compartilhou a realidade com os colegas de parlamento. “Isso a gente só vê se for fiscalizar e não precisa de muito esforço. Não vemos nas propagandas bonitas que são ‘maquiadas’ e veiculadas na televisão. Aracaju não está esse céu que querem, a todo custo, pregar. Enquanto isso, nessa feira, falta iluminação, a higienização está precária, preço altíssimo das bancas e, até, freezer dando choque alguns trabalhadores ressaltaram que tem. E não podem reclamar, viu? São tratados com grosseria e humilhação, eles mesmos alegaram”, declarou.

Por fim, a oposicionista fez um apelo à gestão, através da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), para que respeitem feirantes fazendo as adequações necessárias. “Isso não se faz, eles vivem dessas vendas. Fica aqui meu apelo para que tanto a gestão, quanto a Emsurb, que é o órgão responsável, dê mais atenção a esses trabalhadores. Ouçam, conversem, vejam soluções para esses problemas. Estamos falando do ganha pão dessas pessoas”, afirmou.

 

 

Ascom

📸Ascom/EC

Compartilhar este post